14out

Para você, que acha a obra original muito sem graça. Afinal onde há zumbis, há pelo menos alguma graça!

…Mas será mesmo? Ao lermos a paródia Orgulho e Preconceito e Zumbis, escrita por Seth Grahame-Smith inspirada na obra Orgulho e Preconceito de Jane Austen (uma história inteiramente baseada no drama e romance), temos algo bem genérico e sem compromisso nenhum em se levar a sério. Isso é bacana em muitos casos, porém em outros acabamos por dar de cara com uma bomba tremenda.

No caso do livro a coisa meio que desandou, mas agora teremos a chance de ver o que sairá disso nas telonas – a Lionsgate britânica está preparando o longa da paródia morta-viva deste clássico da literatura, e deveremos ver no que isto vai dar em fevereiro de 2016. Aqui vai uma prévia:

 

Damas e cavalheiros como vistos dois séculos atrás exterminando a praga zumbi com requinte e muito sangue. Uma coisa é certa: fãs da obra literária original vão vomitar no ato ao verem a versão de Elizabeth Bennet que Grahame-Smith criou – enquanto que fãs do trash/terror irão ao delírio!

O tom de bom humor do livro Orgulho e Preconceito e Zumbis está lá, mas será que a diversão vai compensar a falta de compromisso? Ou teremos mais um House of the Dead, somente sem Uwe Boll na direção?